sábado, 15 de maio de 2010

Treinando seu cachorro a usar o banheiro FORA DE CASA


(Este método funciona comprovadamente para qualquer cachorro, de qualquer idade ou raça, que vai usar o banheiro fora de casa, como no caso da minha Marié)
A chegada de um cachorro é motivo de grande alegria em qualquer casa. Mas logo fica claro que treinar seu cão a ir ao banheiro no lugar certo é prioridade número um. E essa deve ser a primeiríssima coisa a ensinar ao seu novo companheiro.
Existem inúmeros métodos diferentes de ensinar cães a ir ao banheiro. Cada livro tem um e parece que cada amigo ou parente conhece um método diferente também, mas eu vou te ensinar um jeito que nunca falhou com meus alunos. Esse método exige um alto nível de comprometimento no começo, mas os resultados vem logo e ficam para sempre.

Algumas Regras Básicas

• Para o seu filhote, não existe lugar certo ou errado para ir ao banheiro. Quando ele sente vontade, é natural fazer ali mesmo. Cabe ao dono ensinar qual é o lugar certo e reforçar quando ele acerta.
• Comece a ensinar seu cachorro assim que ela chegue em casa. Não espere até que ele tenha 3 ou 4 meses, como se acreditava no passado.
• O instinto natural do cachorro é manter limpos o lugar onde ele come e dorme. Vamos usar esse instinto a nosso favor. Aliás, essa é a base de todo o meu método: entender como o cachorro pensa para se comunicar efetivamente com ele.
• No começo, seu filhote deve ser constantemente supervisionado e ficar limitado a uma área específica da casa, por ex: a sala de estar ou de jantar quando você estiver em casa e a lavanderia ou área de serviço quando o cão estiver sozinho. Ele só deve andar livre em outras partes da casa, quando estiver completamente treinado. O cachorro pode se confundir com espaços muito diferentes e também previne acidentes nos quartos ou áreas acarpetadas, etc.
• Entenda que filhotes não conseguem segurar por muito tempo. É importante que você adote um horário para dar comida e água para seu cão. Alimente-o todos os dias na mesma hora (nunca perto da hora de dormir) e retire a água e comida antes de você ir para a cama (não se esqueça de encher a vasilha de água assim que você acordar). Seu cão vai entrar nessa rotina e “o que entra no horário, sai no horário”. Entendeu, né?!
Nunca dê uma bronca ou bata no seu cachorro quando ele ‘fizer’ no lugar errado. Isso só vai fazê-lo associar que ‘fazer’ perto de você é errado, e vai sempre querer fazer escondido, o que faz o treinamento muito mais difícil.
Treinando seu filhote, passo a passo.

Esse método é para ser usado toda vez que você estiver em casa. Siga-o o melhor que puder. Alguns cachorros vão aprender em poucos dias, outros podem demorar algumas semanas, depende do seu cão. Tenha um pouco de paciência, vai valer a pena.
Aqui nos EUA é muito comum os filhotes ficarem presos numa gaiola até estarem totalmente treinados. Nós brasileiros tendemos a achar que isso é uma coisa cruel. Mas se você pensar bem, caninos selvagens vivem em tocas e os filhotes passam a maior parte do tempo na toca e só vão saindo à medida que aprendem a se defender. A gaiola faz o papel da toca para o filhote. Em uma próxima newsletter falarei com mais detalhes sobre treinamento usando gaiola.
-ou-
Você também pode usar uma pequena área cercada para seu filhote para ser sua “toca”. Deve ser confortável, com a caminha, água fresca e uns brinquedinhos para ele morder. Não coloque jornal ou similar para ele ir ao banheiro. Eu recomendo o cercado, mas não deve ter mais de 1 metro quadrado dependendo do tamanho do filhote.
1. Escolha um lugar fora de casa para ser o banheiro de seu cão. Pode ser no seu quintal, em uma praça, ou na rua. O importante é que seja sempre o mesmo local e lógico, que você recolha os dejetos depois.
2. Mantenha seu filhote no seu cercado ou gaiola ou até na coleira presa à sua cadeira quando estiver trabalhando. Seu filhote não pode andar solto pela casa neste estágio, ele deve estar sempre confinado. Leve seu filhote ao banheiro a cada 60 minutos. Leve-o também 15 minutos depois de comer (a maioria dos filhotes faz cocô 15 min. depois de comer), assim que ele acordar de qualquer soneca e logo antes de dormir à noite. Carregue-o ou leve-o na coleira, mas vá direto ao lugar escolhido. Leve com você uma guloseima para usar como reforço.
3. Outra coisa importante é aprender os sinais que ele te dá. A maioria dos cachorro, quando precisa ir ao banheiro, fica agitado, late, ou quer ir até a porta. Toda vez que você perceber esses comportamentos, leve-o para fora imediatamente.
4. Quando chegar à área designada, ande para lá e para cá, ou em círculos. Ao mesmo tempo repita uma palavra-comando que você queira que seu filhote associa com o ato de ir ao banheiro. Eu uso “agora pode”, mas escolha qualquer palavra ou frase curta e use sempre a mesma. Na mente do cachorro, você está criando uma associação entre “agora pode” e ir ao banheiro. Esse é a primeira palavra-comando que você vai ensinar ao seu filhote. Depois falaremos muito mais sobre palavras-comando.
5. Se o seu cão não ‘fizer’, continue repetindo a palavra-comando e no instante que ele terminar o serviço, elogie-o entusiasmadamente e lhe dê a guloseima. Deixe claro que você está muito feliz com ele que ele é o melhor cachorro do mundo! Se depois de 3 ou 4 minutos, ele não mostrar sinais que precisa ir ao banheiro, traga-o de volta à casa, coloque-o no seu cercado e tente de novo em 20 minutos.
6. Toda vez que ele fizer seu serviço no lugar certo, elogie, reforce e passeie ou brinque um pouco com ele antes de voltar para casa. Você não quer que ele associe ‘fazer’ com acabar meu passeio. Quando dentro de casa, coloque-o sempre no cercado. Eu sei que dá trabalho no começo, mas continue com essa rotina dos 60 minutos e você será recompensado logo logo com um cachorro bem treinado.
7. “E à noite?” Eu sei que você está se perguntando. Bom, primeiro não alimente seu cão pelo menos duas horas antes de ir dormir e retire a água durante a noite (não se esqueça de encher a vasilha logo que acordar). Você vai precisar colocar seu despertador uma, ou talvez duas vezes durante a noite e levar o filhote ao banheiro. Isso é importante, simplesmente leve-o para fora como sempre e volte direto para a cama. Nessa idade, é fisicamente impossível para seu filhote segurar uma noite inteira. Brevemente, vocês dois estarão dormindo a noite inteira.
8. Se você pegar o seu filhote no ato de fazer xixi ou cocô dentro de casa, interrompa-o falando firmemente “Não!” só uma vez ou bata uma palma forte, uma só. Não dê bronca, apenas seja firme e leve-o para o lugar de sempre. Se ele continuar a fazer lá, elogie e reforce como sempre. Limpe o acidente com algum neutralizador de odor que não contenha amônia.
9. Quando você não está em casa, deixe-o em uma área como a lavanderia ou área de serviço, e coloque a caminha, água fresca, brinquedos e uma área coberta com jornal diametralmente oposta à caminha e a água. Ele vai procurar fazer suas necessidades o mais longe possível de onde ele dorme. Quando chegar em casa, remova o jornal, coloque o cão no cercado e retome a rotina dos 60 minutos.
Treinando seu cachorro a pedir para ir para fora
Se a sua casa não tem uma portinha pela qual o cachorro pode ir para fora sozinho, você pode ensiná-lo a “pedir para sair”. Pendure um sininho na fechadura da porta que você sempre usa para ir para fora. O sininho deve ficar na altura do focinho do cachorro.
1. Siga a rotina do treinamento acima, mas adicione o seguinte: toda vez que chegar à porta para sair balance o sininho e diga “banheiro” (ou uma outra palavra que você preferir). Faça isso toda vez que você levar seu filhote ao banheiro por uns 10 ou 15 dias.
2. Depois desses 10 dias, quando chegar à porta diga “banheiro” mas não toque o sino. Você quer que ele bata no sino com seu focinho, se ele fizer, elogie-o bastante e abra logo a porta. Se ele não encostar no sino por uns 10 segundos, toque o sino você mesmo enquanto fala “banheiro”.
3. Use esse mesmo procedimento toda vez que vai para fora até que ele entenda.
4. Eventualmente ele vai até a porta e vai tocar o sino toda vez que precisar ir para fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário